Diabetes Weekend

Paula Tatiane Pinho Barbosa

A primeira vez que ouvi falar do Diabetes Weekend (DW) eu não sabia do que se tratava e nem se eu iria gostar, mas resolvi encarar!

Um final de semana para os diabéticos… Como seria? Do que se tratava? Eu iria gostar?

E foi com estes pensamentos que fui participar da minha primeira colônia em maio de 2011.

Cheguei receosa, porém fui muito bem acolhida pelos participantes e pela equipe. Em poucos minutos, já vi que seriam dois dias de muito aprendizado e diversão!

Hoje, me preparo para ir à quinta colônia e, desde a primeira, sempre espero ansiosa por notícias do próximo DW. Todas as pessoas diabéticas deveriam ter a oportunidade de participar de um projeto assim e, por esta razão, eu sempre faço questão de divulgar e contar para as pessoas como que é, para que elas também passem essa ideia para frente.

A colônia não se trata apenas da aquisição de conhecimentos sobre o diabetes, palestras e dicas médicas. Somos acolhidos por uma equipe de profissionais bem preparados que compartilham conosco ideias, novidades e dicas inerentes à formação deles. Psicólogos, nutricionistas, farmacêuticos, educadores físicos, fisioterapeutas e médicos estão sempre prontos a nos escutar e nos ensinar nestes dois dias. Além disso, estes profissionais enriquecem a programação com bom humor e paciência.
O final de semana é marcado por momentos de aprendizado, dinâmicas, atividades físicas, refeições bem elaboradas, lazer, festas e distração. Tudo é muito bem planejado e os participantes se sentem a vontade para usufruir destes momentos.

Vale destacar também, a importância da relação com os outros participantes que, para mim, é um dos pontos mais enriquecedores da colônia. Conviver com pessoas que passam pelas mesmas situações que você, que sentem as mesmas coisas, compartilham os mesmos contratempos é, sem dúvida, fundamental para todos nós. Saber que você não está sozinho e, principalmente, expor suas ideias, tendo a certeza de que a outra pessoa vai entender perfeitamente do que você está falando, é ótimo! Trocar experiências é essencial para o nosso crescimento. Lembro-me que antes da colônia, eu não tinha um controle muito adequado e, após participar, conviver com pessoas como eu, trocar experiências, eu vi que eu era capaz. Fiz amizades na colônia que me impulsionaram a melhorar e me fizeram acreditar que era possível alcançar um bom controle de maneira suave. E isso aconteceu. Hoje, 2 anos participando do DW, levo comigo uma bagagem de conhecimentos enorme, trocas de experiências inesquecíveis, amigos de coração e, mais ainda, um diabetes em ótimo controle, graças a esse projeto maravilhoso.

Obrigada a todos dessa equipe, por este trabalho lindo e cheio de dedicação! E muito obrigada também, a todos os participantes diabéticos como eu, crianças ou adultos, que de uma maneira ou de outra me ensinam, me fazem crescer e me tornam uma pessoa melhor a cada colônia!!!

Paula Tatiane Pinho Barbosa


compartilhar no facebook

Novidades

Entrevistas

Dicas

Mais Informações

Luciana Napoleão
luciana.napoleao@hotmail.com

Cássia Nascimento
cassianascimento.nutri@hotmail.com

Facebook
Facebook
diabetes.weekend

Patrocinadores

ARAÚJO INADE CEM-HUSJ Roberto Freitas Designer
Topo